20 dezembro 2009

O que é o amor?

Por diversas vezes eu me questionei o que significa esta palavra...
Resolvi que me seria mais fácil descobrir vivendo as situações que permitem tal descoberta... Admito que nem tudo são flores ou mesmo um caminhar salutável.
Sinceramente, as vezes eu lamento ter descoberto tal expressão, pensem o que desejarem... Se fosse algo fácil, não me interessaria em seguir adiante, pois haja tombo... Mas vamos lá...
Batatinha quando nasce espalha a rama pelo chão
(Brincadeira, hahahahaahahahaha)
Mas escrever do amor, fazer belos poemas, construir lindas rimas e prosas, é doído,
quem não escreve, nem imagina o parto, primeiro, no minimo saber um pouco de portuguêis (ui, sinistro), ter uma boa literatura, parece que não mas ajuda muito, outro, o não menos importante... A musa (e não é a do Brasileirão 2009, aquela desgraça nem sabe que existo)
De quando em quando me pego acreditando até mesmo em contos da carrócinha...
Mas, vamos adiante, estou vendo que já estou a começar com as piadinhas infames.
Certa feita Edith cantou:

Non... je ne regrette rien Não! Eu não lamento nada...
Ni le bien qu'on ma fait, Nem o bem que me fizeram
Ni le mal - tout ça m'est bien égal! Nem o mal - isso tudo tanto faz!

Admito que isso é verdadeiro... mas, logo depois ela mata logo de vez a dor do coração com:

Avec mes souvenirsCom minhas lembranças
J'ai allumé le feu, Acendi o fogo
Mes chagrins, mes plaisirs, Minhas mágoas, meus prazeres
Je n'ai plus besoin d'eux! Não preciso mais deles!


Balayé les amoursVarridos os amores
Avec leurs trémolos E todos os seus temores
Balayés pour toujours Varridos para sempre
Je repars à zéro... Recomeço do zero.

E olha que ouvir ela cantar é lindo, porém se estiveres com dores de corno, estarás encrencado, lamuriarás mais que puta sem macho.
Voltando...
Nunca me arrependi
Ja chorei sim, diversas vezes
Quem nunca chorou por amor?
Quem nunca tomou umas cachaças chamando pelo nome da pessoa amada?
Todos temos nossa cachaça, nosso vinho, nosso ópio!
Se faria tudo de novo?
Com mais afinco, força, vontade, e insanidade.
Se hoje possuo uma musa?
Ela é ciente?
Sim... agora se algo vai acontecer, só o tempo responderá!
Fico feliz apenas de saber que não sou um castrado sentimental...

video


Ah! desejam que eu responda o que é este famigerado sentimento chamado amor?
Nunca me responderam... Se não sabe, problema de vossa indescência

Ileniel Nunes
ileniel@hotmail.com

Um comentário:

tttzaum disse...

bom...
esse video eh mto legallllllll!!!
o texto em si... nao diz o q vc realmente sente!
ou quer sentir
ou sentiu......
acredito q seja apensas
a pontinha do iceberg
querendo ficar a deriva
no mar do amor....

hahashahah

amigo...

precisamos fazer nascer amor
neste coraçãozinho amargurado!


;p